TECNOLOGIA

Versão 94 do Chrome chega-nos com uma das mais controversas novidades

Por parte da Google, o Chrome tem uma atenção especial. Afinal, ele é o browser mais utilizado na Internet e, a cada nova atualização, apresentam novidades e melhorias que o tornam ainda mais completo e eficiente. Há poucas horas atrás, a Google lançou a versão 94 do Chrome e trouxe uma série de novidades, sendo uma delas bastante controversa: a API de deteção de inatividade.

Versão 94

A nova versão do Chrome trouxe mudanças essenciais e estreia também o novo ciclo de desenvolvimento de 4 semana, o qual passa a ser o padrão de lançamentos para esta proposta da Google. Além disso, encontra-se disponível (mas tem de ser ativado em chrome://flags/#sharing-hub-desktop-omnibox ) uma nova seção que concentra num Hub de partilha um conjunto de atalhos considerados úteis para o utilizador. Outra novidade são as Definições que, a partir de agora, são páginas distintas.

API de deteção de inatividade

A versão 94 do Chrome trouxe muitas melhorias e inclui novas APIs, nomeadamente a VirtualKeyboard API (dá a oportunidade aos programadores de reposicionar o teclado em alguns sistemas e/ou dispositivos) e a API WebGPU (especialmente dedicada aos jogos). Mas, outra API da Google, possibilita que seja detetado quando o utilizador se encontra inativo. Esta API de deteção de inatividade já está acessível aos programadores e promete trazer alguma polémica junto da Google. Até ao momento, apenas se limitava ao browser!

Espionagem

A nova API de inatividade disponível na versão 94 do Chrome já está rotulada como uma falha na privacidade e é uma oportunidade para monitorizar o utilizador. A mesma não será integrada no Safari, dado que ela poderia ser utilizada de maneira não ortodoxa. A verdade é que se abriu uma porta e permite “espiar” um utilizador. Que achas destas últimas novidades da versão 94 do Chrome?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Para continuar a navegar no website da Nerd Mag deves desligar o AdBlock. A única forma de podermos existir e dar-te informação é com a receita efetuado através dos banners de publicidade no site. Obrigado