SOCIAL

Anonymous ataca Banco Central da Rússia

No dia 23 de março, o coletivo internacional de hackers Anonymous ameaçou partilhar cerca de 35 mil arquivos (incluindo “acordos secretos”). E concretizaram! Divulgaram 35 mil arquivos com 28 GB de informação, onde constam acordos comerciais dos oligarcas russos, através de uma conta do Twitter e garantem que vão continuar a partilhar informação, sempre que houver necessidade. Além disso, também partilharam um vídeo, onde acusam o Presidente da Rússia de “mentiroso, ditador, criminoso de guerra e assassino de crianças”. Agora, afirmam que entraram no Banco Central da Rússia, banco responsável por assegurar a segurança da moeda russa (rublo) que tem continuamente desvalorizado, desde o início da guerra.

Guerra

Há cerca de um mês, Vladimir Putin decidiu invadir a Ucrânia e não tem piedade em relação aos civis, mesmo que sejam crianças. Os Anonymous declararam guerra cibernética ao Presidente da Rússia e, até ao momento, tem cumprido a sua ameaça. Numa entrevista para a BBC, o grupo internacional de hackers afirmaram que interromperam a programação e “invadiram” canais de TV estatais russos para revelar momentos de prédios na Ucrânia a serem bombardeados.

Hackers

Um grupo de hackers poloneses que se autodenominam Esquadrão 303 também têm contribuído para travar a batalha. Desenvolveram um site que permite às pessoas enviarem mensagens de texto para números de telemóveis russos, com o objetivo de partilharem o que realmente está a acontecer na Ucrânia. Este grupo de hackers admite que já foram enviadas mais de 20 milhões de mensagens. Será que é possível acabar com a guerra na Ucrânia de maneira digital?

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Para continuar a navegar no website da Nerd Mag deves desligar o AdBlock. A única forma de podermos existir e dar-te informação é com a receita efetuado através dos banners de publicidade no site. Obrigado